Agepan busca com transportadora, Prefeitura e Câmara melhorias no transporte de Ladário

Condições precárias das vias urbanas compromete condições dos ônibus, afeta horários e gera constantes reclamações dos usuários da linha Ladário-Corumbá

Campo Grande (MS) – Fonte de seguidas queixas dos passageiros, o transporte intermunicipal de Ladário, na linha que liga o município a Corumbá, foi alvo, mais uma vez de fiscalização da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan). Equipe da Comissão de Auditoria Técnico Operacional da Agência esteve no dia 8/3 na cidade para conferir o funcionamento do serviço e tratar com a Viação Canarinho, a Prefeitura Municipal e vereadores sobre ações que precisam ser feitas para corrigir problemas estruturais e melhorar o atendimento à população.

A equipe realizou avaliação e vistoria dos equipamentos, instalações e da frota da concessionária. Foram checados os ônibus que estavam na garagem e os que estavam operando no dia, para verificação das condições mecânicas, do cumprimento de horários, de condições de segurança, acessibilidade, higiene, limpeza, conforto e segurança.

Diversos problemas recorrentes foram encontrados e a empresa recebeu determinação de correções, sendo que algumas começaram a ser feitas simultaneamente à operação fiscalizatória, para que não houvesse paralisação e consequente prejuízo maior aos usuários.

Embora seja uma linha entre municípios, e por isso é fiscalizada pelo Estado, o trajeto inclui circulação interna em grande parte da cidade de Ladário. A precariedade de infraestrutura em algumas localidades afeta a operação do serviço, incluindo a limpeza dos veículos e, segundo a concessionária, provoca muitos dos constantes problemas mecânicos. A preocupação da transportadora e da Agência Reguladora é compartilhada pela Prefeitura e a Câmara Municipal e foi tema de reunião para discussão sobre possíveis soluções.

O prefeito Iranil Soares, com os secretários de Governo e de Obras, informou que está licitando o serviço de conserto das máquinas utilizadas no patrolamento das ruas e que há um estudo para terceirizar a manutenção das vias de Ladário, buscando a agilidade de empresa privada na obtenção do material utilizado no melhoramento das ruas. Em outra frente, anunciou, o Município buscará recursos de emenda parlamentar e do Estado, por meio do Fundersul, para futuramente asfaltar ao menos a linha de ônibus na cidade.

Apesar da constatação dos problemas na infraestrutura e a articulação com o poder público para fazer os investimentos, a Agepan reforçou à direção da Viação Canarinho a necessidade de planejamento logístico para manter a operação com o mínimo de prejuízo aos passageiros. Veículos reserva e manutenção preventiva, por exemplo, são obrigações indispensáveis na operação do transporte intermunicipal.

A comissão técnica da Agepan irá retornar em nova auditoria para verificar se os principais problemas foram sanados e as correções determinadas executadas.

Os usuários podem encaminhar denúncias e reclamações sobre o serviço à Ouvidoria da Agência, no telefone 0800 600 0506, ou registrar diretamente no sistema eletrônico da Ouvidoria, no endereço http://ouvidoria.agepan.ms.gov.br/.