Agepan determina a empresas ajustar esquema operacional para incluir novo terminal de Bataguassu

Agepan determina a empresas ajustar esquema operacional para incluir novo terminal de Bataguassu

A adequação é necessária para incluir no trajeto o embarque e desembarque no novo terminal rodoviário inaugurado pela Prefeitura Municipal. Com 1.380 m², o empreendimento conta com 7 guichês para venda de passagens, praça de alimentação, três lanchonetes, guarda volumes, espaço para lojas, sanitários, estacionamento e cinco plataformas para ônibus.

Campo Grande (MS) – Empresas de todas as linhas intermunicipais que operam em Bataguassu devem enviar à Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) os ajustes em seus Esquemas Operacionais. A adequação é necessária para incluir no trajeto o embarque e desembarque no novo terminal rodoviário do município, inaugurado no dia 14 de agosto pela Prefeitura Municipal.

A Agência já havia determinado que as concessionárias realizassem os ajustes para passarem a utilizar as novas instalações, em substituição aos antigos pontos de parada.

O regulamento do sistema de transporte intermunicipal estabelece a obrigatoriedade de as empresas de ônibus instalarem pontos de venda de passagem nos terminais e prevê que os seccionamentos e pontos de parada sejam fixados nesses locais. Como a cidade agora conta com instalações próprias adequadas, as operadoras que ainda não promoveram os ajustes deverão adotar de imediato essas providências e enviar o novo esquema operacional à Agepan para aprovação e início de operação.

Estrutura

O novo e moderno Terminal Rodoviário “Vladimir Kubik” foi inaugurado pelo prefeito Pedro Arlei Caravina no dia 14. Com área construída de 1.380 metros quadrados, o empreendimento está localizado na rodovia MS-395, no trevo de acesso à BR-267, quilômetro 32. Conta com sete guichês para venda de passagens, praça de alimentação com três lanchonetes, guarda volumes, espaço para duas lojas, sanitários, estacionamento, além de cinco plataformas para ônibus. Todo o projeto é dotado de dispositivos de acessibilidade.

A construção teve investimento de R$ 2,4 milhões, incluindo recursos de emenda parlamentar e contrapartida do município.

Anteriormente, os pontos para embarque e desembarque em Bataguassu funcionavam em garagens de empresas ou em frente a estabelecimentos comerciais. Com a nova rodoviária que já está em operação, a expectativa é melhorar a recepção aos visitantes e proporcionar conforto e segurança aos viajantes.

Fotos: Com informações da Prefeitura de Bataguassu

Fotos: Assecom – Prefeitura de Bataguassu