Agepan reforça necessidade do hábito do uso do cinto de segurança nos ônibus

Campo Grande (MS) – O alerta aos passageiros para a necessidade do uso de segurança nas viagens de ônibus foi reforçado pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) a partir do dia 1º de março, com a retomada de ação da campanha “Abrace essa ideia. #useocinto”, em parceria com a CCR MSVia. A intenção é incutir nos usuários o hábito de sempre afivelar o cinto antes da partida do veículo e até chegar ao destino, como forma de prevenção de ferimentos graves e mortes em ocorrências de acidentes.

Uma distribuição massificada de panfletos e cartazes orientativos chamou a atenção para a diferença que faz o equipamento, de forma que mesmo quando não estiver sendo cobrado o próprio viajante tome a iniciativa de utilizar o cinto, para a própria proteção.

Além do reforço da panfletagem feito no feriado de Carnaval, diversos cartazes foram distribuídos para serem colocados nas instalações das empresas, nos ônibus e terminais, como lembrete.

As orientações reforçam o lema da campanha que começou em 2016 e teve importantes ações desde então, sempre destacando como o uso do cinto ajuda a evitar ferimentos e até mortes, em casos de acidentes ou mesmo de uma freada mais brusca do ônibus.

No material informativo constam dados que comprovam a eficácia do uso do cinto em veículos coletivos:

  • O objetivo do uso do cinto é manter o passageiro protegido em sua poltrona
  • Em uma colisão, o passageiro sem cinto pode ser arremessado até mesmo para fora do veículo
  • Uma pessoa de 70 kg, na colisão, é projetada para frente com um peso correspondente a 350 kg.
  • Passageiro que usa ao cinto de segurança tem sete vezes mais chances de escapar vivo em um acidente
  • Passageiro que não usa o cinto coloca em risco, além da sua, a vida de outros passageiros
  • O uso do cinto de segurança é obrigatório durante toda a viagem