Bandeira tarifária amarela requer mais atenção do consumidor no uso da energia elétrica

Campo Grande (MS) – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária de maio será amarela, ou seja, a conta de energia terá, neste mês, um acréscimo em relação ao valor médio que o consumidor está acostumado a pagar. Isso acontece porque atualmente as condições de geração de energia a partir de diferentes tipos de usinas em operação no Brasil, hidrelétricas e termelétricas, estão menos favoráveis, o que influencia o custo da energia elétrica.

O acréscimo da bandeira amarela é de R$ 1,00 a cada 100 (kWh) consumidos.

Condições de geração

Com o fim do período úmido e a menor incidência de chuvas, os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste estão com volumes mais baixos, o que resulta em gradual aumento do risco hidrológico e do preço da energia elétrica de curto prazo, as duas variáveis que determinam a bandeira a ser acionada.

Economia

O hábito de economizar e de utilizar racionalmente a energia elétrica, necessário o ano todo, deve ser adotado ainda com mais atenção. Confira algumas dicas:

Chuveiro elétrico

Tomar banhos mais curtos, de até cinco minutos.

Geladeira

Só deixar a porta da geladeira aberta o tempo que for necessário

Regular a temperatura interna de acordo com o manual de instruções

Nunca colocar alimentos quentes dentro da geladeira

Deixar espaço para ventilação na parte de trás da geladeira e não a utilizar para secar panos

Não forrar as prateleiras

Descongelar a geladeira e verificar as borrachas de vedação regularmente

Iluminação

Utilizar iluminação natural ou lâmpadas econômicas e apagar a luz ao sair de um cômodo; pintar o ambiente com cores claras

Ferro de passar

Juntar roupas para passar de uma só vez

Separar as roupas por tipo e começar por aquelas que exigem menor temperatura

Nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outra coisa

 Aparelhos em stand-by

Retirar os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências